Devo acordar o meu bebê para mamar?

0
1186

As mamadas noturnas trazem ganhos para a mãe e para o bebê nos primeiros meses de vida do bebê. É durante a noite que ocorre a maior produção de leite materno, para que a mãe tenha condições de amamentar seu bebê no dia seguinte.

Pesquisas mostram que os níveis de prolactina, responsável por estimular a produção de leite, ficam elevados durante a madrugada, isso quer dizer que quanto mais o bebê mamar, mais leite terá no peito da mãe.

Essa produção noturna é rica em melatonina, que é o hormônio do sono que ainda não é produzido pelo bebê regularmente até os 4 meses de vida. A amamentação então vai ajudá-lo a estabelecer um melhor ritmo de sono.

Sabemos dessa importância e toda mãe luta para que seu bebê encontre um ritmo de sono para que possa descansar também. Afinal, também sabemos a importância que tem uma noite de sono bem dormida também, tanto para a criança quanto para os pais, não é mesmo? (leia mais clicando aqui)

Podemos levar horas para fazer nosso bebê dormir, e quando ele dorme nos enchemos de orgulho e ficamos na torcida para que ele durma a noite toda.

Mas é só ouvir alguém dizer que se o bebê não mamar ele não se desenvolverá adequadamente, ou que terá hipoglicemia, que a mãe, preocupada, acorda e alimenta sua criança. Está errado? Não, em alguns casos é necessário sim!

Então não deixe de ler até o fim deste artigo para descobrir.

Regra

A regra é que você não precisa acordar o seu bebê de três em três horas durante a noite, se o seu bebê:

  • está se desenvolvendo normalmente: mamando bem e ganhando peso;
  • não é prematuro;
  • não possui alguma condição de saúde especial;
  • não nasceu pequeno para a idade gestacional (PIG).

Deixe ele dormir e aproveite para descansar. O ideal é esperar que ele acorde sozinho. Porém, a maioria dos pediatras sugere que o bebê não fique mais do que 6 horas seguidas sem mamar antes dos 3 meses.

Não há estudos científicos confiáveis que comprovem exatamente o tempo que podemos deixar um recém-nascido sem mamar, sem que isso traga prejuízo à saúde dele.

O consenso, entre a maioria dos pediatras, é que esse tempo não ultrapasse quatro horas nas primeiras semanas de vida (até umas 6 semanas de vida), porque os bebês recém-nascidos dormem muito, eles precisam dormir muito, entre 17 e 18 horas por dia, nas primeiras semanas e, em média, 15 horas até o terceiro mês de vida.

Com tudo isso, é muito difícil eles dormirem mais de três ou quatro horas seguidas. Eles costumam ser como uns reloginhos, super regrados e pontuais. Ainda estão ajustando o seu ritmo biológico.

Após 6 semanas de vida, eles já podem entrar num processo de sono-aprendizagem para conseguirem estender 6 horas de sono noturno, a rotina e um ritual do sono adequados à idade vão ajudar muito. (Saiba mais clicando aqui)

O correto é sempre conversar com o pediatra de seu bebê, deixá-lo a par do que está acontecendo para que ele possa analisar o crescimento e os hábitos do seu bebê e te orientar da melhor maneira.

Quando eu preciso acordar meu bebê para mamar durante a madrugada?

Se o seu bebê for PIG, é indiscutível que você precise acordá-lo para mamar de 3 em 3 horas, inclusive à noite, enquanto o pediatra achar que for necessário. Isso vale para o dia e para a noite, pois o principal objetivo é fazer com que ele ganhe peso e sinta-se mais forte.

Alguns bebês correm mais risco de apresentar a hipoglicemia, entre eles os prematuros e os PIGs, filhos de mães diabéticas, aqueles que tiveram dificuldades respiratórias logo depois do parto, bebês que sofrem de hipotermia (baixa temperatura do corpo) e aqueles que têm alguma infecção.

Portanto, nestes casos, é importante acordá-los para dar a mamada da madrugada, assim evita-se a hipoglicemia. Por mais difícil que seja, ligue o despertador e vamos lá! Logo ele ficará mais forte e regularizará o ritmo biológico.

O que acontece se o bebê não mamar à noite?

A princípio, se ele não for PIG ou não tiver alguma outra condição de saúde especial, nada vai acontecer. Ele deve estar aprendendo a diferença do dia e da noite e está estendendo mais as horas de sono noturnas.

A hora que ele tiver fome, vai apresentar alguns sinais de inquietação e em seguida vai acordar para se alimentar, normalmente chorando. 

É um choro que vem do movimento de sugar, onde a língua fica apontada para o céu da boca, como se estivesse mamando. O som que o bebê emite é parecido com um “Néh” ou “Néé”. (Para saber mais sobre o choro do bebê, clique aqui)

Mas atenção! Lembra que eu te disse que a maioria dos pediatras sugere que o bebê não fique mais do que 6 horas seguidas sem mamar antes dos 3 meses? Então, bebês que ficam muito tempo sem mamar podem apresentar um quadro de hipoglicemia, que é significa pouco açúcar no sangue. Esses níveis de açúcar no sangue são regulados por hormônios, o mais importante deles é a insulina, pois ela ajuda o corpo a armazenar açúcar e distribuí-lo conforme a necessidade de cada pessoa.

O leite é o único alimento do bebê e é a partir dos nutrientes existente neles, que os bebês fabricam a glicose. Logo depois de mamar, os níveis de glicose do bebê sobem e voltam a cair à medida que se aproxima a hora da próxima mamada. Se ela demorar muito tempo, esses níveis podem descer muito e o bebê adquirir uma hipoglicemia.

Mas não se assuste! A maioria dos bebês recém-nascidos costuma ter esses níveis saudáveis e consegue compensar com facilidade as quedas normais no sangue.

Por isso é importante visitar regularmente o pediatra para que se tranquilize.

Como faço para acordar o bebê se for preciso?

Este detalhe não parece tão importante, mas se acordá-lo de forma brusca poderá trazer problemas para os próximos sonos e/ou deixá-lo traumatizado.

Se o seu bebê estiver muito sonolento e difícil de acordar, experimente estas dicas:

  • deixe um pouco de luz entrar no quarto;
  • use toques suaves, passe a mão na cabeça, nas bochechas, no braço;
  • tente tirar o lençol ou alguma peça de roupa;
  • tire-o do berço gentilmente e o coloque em uma posição vertical, cante ou fale algo baixinho para tranquilizá-lo;
  • coloque-o na posição como se você fosse alimentá-lo, e depois coloque um pouco de leite na boca dele.

E nos cochilos diurnos, devo acordar meu bebê para mamar?

Os intervalos diurnos de mamadas a cada 3 horas, ajudam a estender as horas noturnas, a maioria dos pediatras indica esse tempo, assim como eu mesma pude constatar na minha experiência, nos meus estudos e ajudando centenas de mães em meu programa Fada do Sono.

Acompanhe sempre o ganho de peso com o pediatra para saber se o seu bebê não está dormindo demais e mamando pouco.

Não precisa ser regrado antes dos 3 meses, porque eles dormem muito mesmo, mas, durante o dia, não deixe o seu bebê passar de 4 horas sem mamar, se acontecer, desperte-o. Com relação aos bebês com mais de 3 meses, não deixe o cochilo passar de 2 horas, para não atrapalhar o sono noturno.


E como é na sua casa? Tem um(a) dorminhoco(a) que você precisa acordar para mamar? 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui