Fazer uma festinha em casa pode ser uma ótima opção, conheça as vantagens e as desvantagens

0
1123

Aniversário da criança chegando, quem não fica na dúvida:

Comemoro em buffet ou em casa? Contrato ajuda ou faço tudo sozinha?

Eu sempre tenho essas dúvidas, mas normalmente não consigo me programar com antecedência, e festas maiores exigem uma programação prévia em razão das agendas dos prestadores que são bem concorridas, assim acabo fazendo sempre algo mais “caseiro”. (rs)

Acredito que outras coisas também devem ser levadas em conta em sua decisão:

  • O que você pode fazer (tempo e dinheiro).
  • Se for uma festa grande: por que você quer realmente fazer uma festa grande? Para quem está fazendo?
  • O que sua criança está esperando.
  • Se você gerou alguma expectativa sobre a comemoração na sua criança.

Essa semana minha filha Catarina fez 4 anos e optamos pela festinha em casa com os priminhos e na escola com os amiguinhos, no dia mesmo do aniversário, no meio da semana, para ser realmente “o dia” especial.

Estava até cotando com mil e um prestadores para fazer algo maior, chamar toda a família e amigos, no salão do condomínio no final de semana, mas percebi que isso não faria diferença nenhuma para ela, que ela não estava pedindo por isso, só queria estar com a as pessoas que gostava e queria que o tema fosse da “Bela e a Fera”.

Então, por que estava me redobrando para fazer algo grande?

A Catarina não estava exigindo nada demais. Claro que é uma delícia estar entre a família toda e os amigos, mas há muitas outras oportunidades e/ou momentos melhores.

Se fizesse algo grande, talvez aumentasse a expectativa dela ao próximo ano, talvez entrasse num ciclo de ter de fazer sempre festas grandes e caras.

E quer saber, na festinha em casa foi tudo muito gostoso!

Eu, as crianças e a vó que fizemos toda a decoração, fizemos pompons, escolhemos os objetos da mesa, elas saiam procurando pela casa tudo o que combinava com o tema (pela Catarina ela até colocava o chinelo velho da Bela e a Fera da irmã na mesa, muito divertido), pintamos as letras do nome dela, procuramos juntas um tutorial no youtube para fazer uma rosa de papel crepom pra ser a rosa da Fera… E fizemos isso para a mesa estar bonita para a Catarina, era tudo por ela.

Além disso, conseguimos resgatar a prática das festinhas em casa como fazíamos antigamente, que era tão gostoso.

Guardo tantas lembranças gostosas da preparação… da minha mãe criando a decoração com canetinhas, cola, tesoura e cartolinas coloridas, da ansiedade gostosa ao receber o primeiro convidado, receber os presentes em mãos, agradecer.

Esse é um excelente exercício de gratidão. Hoje em dia as crianças nem sabem quem deu o presente, são colocados em caixas na porta da casa ou do salão.

Sendo a festa grande ou não, minhas meninas sempre receberam os presentes e agradeceram.

Na festinha pequena desse ano, todo mundo gostou, as meninas amaram ver o resultado final do seu trabalho e eu pude perceber que, mesmo com toda a função dos preparativos (sim, não é fácil, também trabalho e não tenho tempo), tive um prazer enorme antes, durante e depois da comemoração.

Catarina acordou no dia seguinte perguntando se podíamos fazer outro aniversário e a irmã mais velha disse que queria uma festa igualzinha no aniversário dela.

Atualmente vivemos em um mundo muito impessoal, onde ninguém tem tempo para nada e as coisas acontecem de forma automática, tudo igual. Nesta era de aniversários em buffets infantis, fazer uma festa em casa acaba sendo um diferencial.

Mas se o estilo dos pais é mais prático e falta um pouco de paciência e tempo para a organização, você não precisa deixar de fazer a sua festa por causa disso, pois hoje em dia existe empresas e pessoas que organizam a festinha em casa da forma que você quiser e com a sua cara.

Claro que existem vantagens e desvantagens…

Então listei algumas para você ter uma ideia e te ajudar em sua decisão.

Vamos lá?

Conheça as vantagens de fazer uma festinha em casa:

  1. Os aniversários em casa são mais pessoais e ficam com a cara do aniversariante, já que existe autonomia para personalizar o que você quiser, além de você escolher o cardápio e a decoração como quiser.
  2. Você pode escolher o horário da festinha, assim como tempo de duração, sem ficar presa às regras dos bufês.
  3. Economia de tempo. Correria sempre vamos ter, preparar a decoração, depois montar, arrumar a mesa com todas as comidinhas e bebidas, tomar banho, se arrumar e arrumar as crianças. O bom de tudo isso é que quando acabar, você já vai estar no local da festa, não precisa se preocupar com o deslocamento até o local.
  4. Se a criança for pequena ainda, fica muito mais confortável e simples levá-la para descansar, pois ela vai estar na sua caminha enquanto a festa ocorre normalmente.
  5. Você vai gastar bem menos em uma festa em casa, o que nos dias de hoje é uma vantagem bem importante.
  6. Você pode definir o número de convidados que desejar, ou que sua casa limitar, podendo fazer uma festa mais íntima, para convidados mais próximos da família. Se na última hora alguns convidados não puderem comparecer, você não vai ter prejuízo por ter confirmado a presença deles. O mesmo pode acontecer se mais alguém aparecer de última hora, você não terá que pagar a mais por isso.
  7. Você tem todo o material que precisa disponível e perto de você. Utensílios de cozinha, uma roupa reserva para as crianças e até para você mesmo, caso aconteça um acidente.
  8. A criança aniversariante pode participar de todos os preparativos da festa, desde o planejamento até a execução, deixando-a mais empolgada, envolvida, orgulhosa e responsável pela sua própria festa.
  9. Por mais que faça bagunça e sujeira no dia, ao organizar uma festa em casa sempre é um ótima oportunidade para organizar as bagunças que acumulamos no dia a dia, como aquele canto dos brinquedos, mudar a decoração, renovar algo…

Conheça as desvantagens de fazer uma festinha em casa:

  1. O número de convidados também pode ser considerado uma desvantagem, se virmos pelo lado que em casa temos menos espaço e os convidados precisam ser mais íntimos da família.
  2. A preparação da festa deve ser iniciada com antecedência, pois você terá trabalho no planejamento e na execução. E não é pouca coisa. É preciso muito envolvimento e força de vontade para que tudo dê certo.
  3. Se as crianças são pequenas, você vai precisar de alguém para ficar de olho na criançada na hora das brincadeiras. Deixar alguém da família sempre de olho ou próximos da vista, ou investir em recreadores e monitores. Criança gosta de brincar e tem energia para muitas horas de festa.
  4. Se for uma festa no salão do condomínio ou se for fazer algo maior em casa, você talvez precise fazer encomendas em vários locais, ao invés de ter um fornecedor só. Muitas vezes a alimentação é em um, as bebidas são em outro, as mesas e cadeiras em um outro.
  5. Se compararmos com um buffet infantil, o lazer pode ser limitado. Então pense em algo para divertir as crianças durante a festa (música, mesinha de colorir, massinhas, brinquedos selecionados…), assim elas não ficarão entediadas e não irão começar a “destruir a casa”.
  6. O pós-festa também pode ser muito trabalhoso. A limpeza, devolver e desmontar material, guardar e recolher as comidas, isso pode ser uma desvantagem se comparado com locais específicos para a festa, que, no final, você só pega as suas coisas e vai embora. Então, pensar na limpeza e organização no antes e no depois é uma coisa muito importante para se evitar arrependimentos.

Se optar pela festinha em casa, gostaria de compartilhar contigo algumas dicas que podem te ajudar.

  • Eleja uma amiga ou alguém da família para te ajudar no dia da festa. Mesmo que você ache que as tarefas sejam simples, todas elas juntas podem causar um transtorno para você e ainda você pode correr o risco de dar alguma coisa errada. É sempre bom contar com alguém para ajudar na hora de encher balão, buscar salgadinhos e doces, colocar bebidas para gelar, além de ficar atento para a reposição durante a festa.
  • Organize um cronograma para dia: o que precisa comprar, receber, separe a roupa de sua(s) criança(s) e a sua.
  • Se mora em condomínio, avise a portaria, deixe uma lista de convidados.
  • Se não contratou alguém para servir, organize um lugar só para as bebidas, com os copos, outro com pratos e talheres, outra mesa de petiscos, para que os convidados possam se servir sozinhos e facilite para você.
  • Tenha noção dos horários, principalmente se for festa de criança, crianças costumam ter rotina para comer, dormir, então não ofereça a comida muito tarde e não espere muito pelo parabéns. Se quiser prolongar a festa, explique aos convidados que vai cantar o parabéns por causa das crianças, mas para ficarem mais tempo.
  • Se mora em prédio ou condomínio, respeite o horário de silêncio também, abaixe o som, o tom de voz, para não criar nenhuma desavença desnecessária depois.
  • Calcule as cadeiras e sofás para que as pessoas possam ficar à vontade durante a festa.
  • Se você planejou sua festa em um lugar descoberto, tenha sempre um plano B para caso de chuva, pois sempre há um risco de mudar o tempo e estragar a sua comemoração. Por isso, deixa esquematizado uma cobertura ou um local alternativo caso chova.
  • Seja criativa, use e abuse de ideias com papel, dobraduras, fitas. Aproveite e não fique engessada em coisas prontas e que normalmente são usadas em festas infantis. Surpreenda-se com o que pode fazer sozinha e ainda se divertir com sua criança. 😉

E como são as festinhas na sua casa? Você costuma preparar tudo? O que você acha de uma festinha em casa? Já tentou? Conte-nos sua experiência.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui